Assine nossa newsletter

Destaques

Jerry Adriani, poetas da Baixada e cantoras são atrações do Sarau

O primeiro Sarau na sede do Sesc Casa da Gávea aconteceu na noite de terça-feira, 29 de janeiro de 2013 com uma participação recorde de artistas. Foram quase 20 inscritos, entre poetas e recitadores, ativistas políticos, cantoras amadoras e, coroando tudo isso, o cantor Jerry Adriani, que completava 66 anos naquela noite. Ele veio acompanhado dos filhos Joseph (de dez anos) e Thadeu Vivas, que é ator e já escreveu seus primeiros textos. Na verdade, este foi o segundo Sarau de 2013, pois o primeiro, no dia 22 de janeiro, aconteceu no Sesc de Madureira.

Jerry Adriani (E) e Paulo Betti no Sarau de janeiro de 2013

Jerry Adriani com os filho Tadeu (E) e Joseph (C) comemorando o aniversário

Nesta última terça-feira de janeiro, a Sala Chiquinho Brandão lotou com os artistas e seus fãs, pois, desta vez, muitos trouxeram a própria claque. Menos Jerry Adriani, que esbanjou simpatia, contou casos, falou de seu início de carreira (“comecei aprendendo acordeon, mas quase desisti da carreira, aos 16 anos, porque não sabia tocar violão”, contou), acompanhou uma cantora e ainda trocou idéias com o Paulo Betti, que dividiu a função de mestre de cerimônia com o ativista Paulo Maia, presidente da ong SOS Ave e Cia. Jerry Adriani emocionou-se com a apresentação e prometeu voltar em breve ao Sesc Casa da Gávea.

O ativista ecológico Paulo Maia foi o mestre de cerimônia…

…e leu um texto de sua autoria sobre a morte do militante do MST Cícero Guedes, em Campos dos Goitacazes

Gerimum dizendo um de seus poemas inéditos

Jerry Adriani fez dueto com Míriam da Silva em “As rosas não falam”, de Cartola

Nina Flor misturou seus poemas como clássicos como “Força estranha”, de Caetano Veloso

O advogado André de Paula, da Federação Internacionalista dos Sem Teto (FIST), falou dos projetos da instituição

Jerry Adriani cantou músicas de Raul Seixas e em homenagem ao roqueiro….

… que começou carreira como produtor de discos da Jovem Guarda

Inês Helena se dividiu entre música e poesia

A atriz Lucrécia Marques disse uma crônica de Rubem Braga….

… homenageado do Sesc Casa da Gávea por seu centenário de nascimento

Caio Roger veio de Nova Iguaçu e disse um poema de Vinícius de Moraes, outro centário que se comemora em 2013

O poeta Pedro Ernesto, outro habitué do Sarau do Sesc Casa da Gávea

O poeta de dramaturgo Thales Paradela, disse um poema e falou do espetáculo “Vivo demais para ser feliz impunemente…” em cartaz na Sala Chiquinho Brandão

Um dos artistas trouxe, para mostrar no Sarau, uma gaita que pertenceu ao músico americano Bob Dylan (autografada por ele) e Paulo Betti aproveitou para mostrar seus dotes musicais. De Olavo Bilac a Lya Luft, de Raul Seixas e Núbia Laffayete, passando por músicas e poemas inéditos, o Sarau de janeiro de 2013, fez o ano começar bem no Sesc Casa da Gávea. A idéia agora é ampliá-lo para as unidades regionais do Sesc, dando espaço para os talentos locais e trazendo-lo para apresentação no casarão da Gávea.

Geovani Cesar, do FIST, falou sobre a situação dos Sem Teto da Lapa, no Rio de Janeiro

Autodenominado maldito, Cadé Saraiva disse um poema….

…e trouxe a gaita de Bob Dylan para Paulo Betti tocar e abafar

DJ, do grupo FAMA, de Nova Iguaçu, declamou Vinícius de Moraes…

…. e cantou um rap de sua autoria

Alda Passos foi de Olavo Bilac e recitou “Via Lactea” (“Ora direis ouvir estrelas…”)

A professora de literatura Angeli Rose preferiu Lya Luft (poema de “O lado fatal”)

Dona Santinha cantou “Devolvi”, do repertório de Núbia Laffayete, à capella

Isso já começou a ocorrer, com a participação de integrantes do grupo FAMA (Fábrica de Atores e Materiais Artísticos), de Nova Iguaçu, que vieram falar poemas de Vinícius de Moraes (cujo centenário se completa este ano) e próprios. “Essa é a ideia do Sarau, trazes para a Gávea os talentos de outros bairros e levar quem faz parte aqui para outros lugares do Rio de janeiro”, comentou Paulo Betti. O próximo Sarau está marcado para 26 de fevereiro, última terça-feira do mês.

E Netinha do Piauí encerrou o primeiro Sarau de 2013

Texto e fotos: Beatriz Coelho Silva

3 respostas para “Jerry Adriani, poetas da Baixada e cantoras são atrações do Sarau”

  1. Adorei a 'síntese' do sarau. Se fosse possível postar depois o vídeo, agradecia muito!
    Obrigada :)

  2. eu conheço o Joseph, ele estuda na minha escola

Deixe uma resposta